O Brasil fez muito na luta contra AIDS, mas nos últimos anos temos perdido terreno e temos visto o número de infecções voltar a subir, sobretudo entre os mais jovens. O número de mulheres infectadas também tem aumentado. É necessário retomar as campanhas de conscientização e de combate ao preconceito contra pessoas vivendo com HIV ou hepatites virais. Por esses motivos, nossa candidatura apoia o Programa Mínimo de Ação sobre AIDS.